Entretenimento

Sugestões em Lisboa: Gatos, Viagens no Tempo e Música

loading...

Aqui estou eu com mais uma crónica cheia de sugestões sobre o que pode fazer, ver e visitar nesta nossa belíssima cidade de Lisboa. Sim, este mês foram lançadas duas crónicas com sugestões e ideias para aproveitarem e será assim que, a partir deste momento. Todos os meses, de 15 em 15 dias, virei dar muitas ideias para que possa aproveitar ao longo do mês.

Tal como escrevi na crónica passada, sugeri a ida ao Museu de Arte, Aquitectura e Tecnologia, o mais recente e moderno museu em Lisboa. Pois bem, eu próprio decidi ir visitá-lo. É de uma esplanada, perto deste museu, que me encontro a escrever para vós. Tenho algumas considerações a fazer sobre o MAAT. Primeiramente, há que conferir o carácter futurista do edifício. As suas linhas e formas fazem-nos pensar que estamos a entrar num edifício do ano 2156. Depois, um ponto que gostei imenso e acho, sinceramente, que será um dos principais chamarizes deste espaço: o pequeno miradouro e respectiva vista para o Tejo. Consegue, facilmente, observar a foz do rio Tejo, a Ponte 25 de Abril, a frente ribeirinha entre o Padrão dos Descobrimentos até Alcântara e até alguns pontos da margem sul do rio. Se se virar 180º consegue, ainda, veslumbrar muitissimo bem o bairro do Restelo e da Ajuda. Esta passagem sob o tecto do museu, onde pode subir por um lado e descer pelo outro, foi muito bem conseguido e que dá uma outra perspectiva e dinâmica a este espaço.

O seu interior também merece uma nota de destaque. Achei muito interessante a ideia de polivalência que se poderá dar às paredes, consoante o tipo de exposições que receber. Se não percebeu, quando for ao museu, esteja atento às saliências que se encontram tanto no chão como nas paredes que, na realidade, são portas amovíveis. Estas podem-se abrir e fechar, criando novos espaços (mais pequenos) dentro das principais salas. Várias dinâmicas poderão ser criadas, consoante as exposições que podem vir a ser inseridas dentro do MAAT. Como ponto negativo, reparei que algumas zonas exteriores do edificio foram terminadas “às três pancadas”. Aos olhos mais atentos acabará por ser uma forma de torcer o nariz a esta obra arquitectónica. Sumarizando, vale a pena visitar o MAAT, nem que seja para passar um tempinho a ver as vistas sobre o rio, as pessoas ou os velejadores.

Passemos agora às sugestões:

  • Aqui Há Gato

Pumba, Baguete, Tufão, Gaitan, Beyoncé, Tâmara. Não, meus amigos! Não estou a dizer nomes ao calhas e só porque sim. São, de facto, nomes próprios de seres felinos muitos simpáticos e que fazem parte do novo espaço sensação em Lisboa e que conjuga café, livros e…. GATOS! Sim, leu bem! Gatos! Chama-se “Aqui Há Gato” e é o primeiro Cat Café a abrir em Lisboa! O conceito é muito simples: Vai beber um cafésinho enquanto lê o seu jornal, revista ou livro preferido e ao seu lado, provavelmente, terá um gato, ou mais, a ronronar e a pedir atenção de uma forma deliciosa à sua pessoa. É uma das ideias mais criativas que já vi e mal posso esperar para poder ir lá fazer uma visita!

O conceito não é novo visto que, um pouco por todo o mundo, muitos cat cafes já tinham sido abertos ao público. Mas é o primeiro em Lisboa e espero que dentro de pouco tempo possa abrir um no Porto, por exemplo. Este espaço emana um grande sentimento de responsabilidade social e também de defesa dos direitos dos animais. É uma forma encontrada para combater o abandono animal. Aliás, se o leitor que lá for adorar um destes seres maravilhosos e se sempre desejou ter um gato em casa, há a possibilidade de o poder adoptar. Este espaço organiza, regularmente, palestras e workshops temáticos relacionados com estes nossos amigos de quatro patas. Vale muito a pena visitar e irei, mesmo, lá beber um café ou comer uma das tostas ou saladas disponiveis a preços muito acessíveis. Sigam regularmente a página de Facebook do “Aqui Há Gato” para ficarem a par das novidades! O espaço está aberto das 11h às 19h e localiza-se na Calçada da Estrela!

2016-06-03-mj-aqui-ha-gato-14-jpg-1

Fotografia de Mário João, in visão.sapo.pt

  • Ciclo Belém Subterrânea: Arqueologia e Cidade

Belém é uma das zonas de Lisboa que mais História tem para contar. Mosteiro dos Jerónimos, Torre de Belém, a Praça do Império, o Padrão dos Descobrimentos, o Museu da Marinha, o Centro Cultural de Belém. Há toda uma panóplia de opções que pode escolher. Sempre que existem obras nesta zona, os arqueólogos são chamados para fazerem um levantamento das novas descobertas feitas. É tendo em conta esta acção de trabalho arqueológico que está patente, no CCB, um ciclo de palestras que abordam, entre muitas coisas, um palácio quinhentista, um antigo cais do século XVII ou ainda uma unidade de produção de peixe do período romano. Este ciclo de sessões começou no dia 13 de Outubro, mas haverá mais nos próximos dias 27 do corrente, 3, 10  e 17 de Novembro e o horário situa-se entre as 18h e as 19h. Cada sessão custa 5€. Uma óptima sugestão se quiser a ficar conhecer um pouco melhor a história arqueológica desta zona muito bonita de Lisboa.

phpthumb_generated_thumbnailjpg

  • Viagem à Corte Portuguesa do Século XVIII

Se possuir uma certa curiosidade em saber como é que as grandes famílias nobres portuguesas passavam o seu dia-a-dia durante o século XVIII, nada melhor que ir ao Palácio Nacional de Queluz. No dia 30 de Outubro, entre as  15h e as 17h, poderá visitar este magnífico palácio, conhecê-lo interiormente e os seus maravilhosos jardins, ouvir música clássica e própria daqueles tempos, conhecer a forma como as festas eram organizadas e dadas, as indumentárias tradicionais usadas nestas ocasiões, entre outras surpresas. Requere-se que todos os interessados se inscrevam previamente através do email [email protected] ou do número +351 21 923 73 00. Esta experiência tem um custo de 9€ por pessoa.

54pqueluz-39

  • Concertos Arena Live 2016

Amantes da música portuguesa, esta sugestão é para vocês. Falta pouco tempo para o novo ano chegar, mas o Arena Lounge já está a aquecer os motores para o dia 31 de Dezembro. Para tal, este bar está a organizar no Casino de Lisboa concertos semanais com artistas portugueses. O primeiro será Segunda-Feira, dia 7 de Novembro, com a presença de Carminho. Será a fadista portuguesa que terá a honra de abrir este ciclo musical que ocorrerá todas as Segundas até o dia da Passagem de Ano, a partir das 22 horas. Eis, então, o cartaz completo:

14 Novembro – David Fonseca; 21 Novembro – Mafalda Veiga; 28 Novembro – Orelha Negra; 05 Dezembro – Dead Combo; 12 Dezembro – Amor Electro; 19 Dezembro – Diogo Piçarra; 26 Dezembro – Jimmy P; 31 Dezembro – Passagem de Ano – HMB.

Todos eles são de entrada livre e maiores de 18 anos, segundo a organização. Para melhor usufruir destes concertos, poderá reservar o seu lugar com um menu incluido. As reservas podem ser feitas através do seguinte contacto telefónico: 916 3550 679, entre as 12h e as 22h, ou através do email: [email protected] Pode optar por fazer uma pré-reserva, através do seguinte formulário online: http://bit.ly/Reservas-ArenaLive16, bastanto escolher o concerto, preencher e submeter o pedido de pré-reserva. Posteriormente será contactado para confirmar a sua reserva.

14656341_1143455435689912_133253751415012696_n

1 Comment

Mais Lidos

loading...
To Top