Música

Músicas Que Talvez Não Saiba Que São Covers (Parte 3)

loading...

Apresentamos a terceira e última parte de uma selecção de grandes  músicas que talvez não saibam que no fundo são versões de outros artistas. Nos dois últimos meses já abordamos algumas músicas eternas, de artistas de renome como Nina Simone, The Beatles e Pet Shop Boys entre tantos outros. Hoje chega a terceira, e última, parte e começamos ao som da banda americana de pop/rock Sixpense None the Richer e de um dos seus maiores sucessos. Falamos de “There She Goes”, canção editada em 1997, fazendo parte do terceiro disco da banda com título homónimo.

Esta versão dos Sixpence None the Richer, tornou-se um enorme sucesso, superando a visibilidade do original, que foi gravado alguns anos antes, em 1988, pela banda britânica de rock alternativo The La’s. “There She Goes”, foi o segundo single extraído do disco homónimo de estreia e que se viria mesmo a tornar no único gravado pela banda inglesa.

Passamos agora para um dos maiores clássicos da música pop da década de 90, “No More I Love You’s”, foi gravada em 1995 pela cantora escocesa Annie Lennox, nome que dispensa apresentações. Integrado no seu segundo disco Medusa, o sucesso foi tal que lhe valeu mesmo um Grammy para Melhor Performance Pop Vocal Feminina.

Contudo apesar do sucesso estrondoso, esta música trata-se de uma cover. A original pertence a uma banda inglesa de new-wave que alcançou pouca notoriedade, na década anterior. “No More I Love You’s”, pertence à banda The Lover Speaks e pode ser encontrada no único álbum gravado pela banda com o mesmo nome, em 1986.

Os No Doubt, ainda se mantêm em actividade hoje em dia, porém foi nos anos 90, início de 2000, que viveram o auge da sua carreira, tiveram inúmeros singles de sucesso e “It’s My Life” é apenas mais um deles. Liderados pela carismática Gwen Stefani, os No Doubt lançaram em 2003, uma colectânea com alguns dos seus maiores êxitos, e onde poderia ser encontrada a cover de “It’s my Life”.

“It’s My Life” é no entanto bem mais antiga, 1984, e pertence à banda inglesa de new-wave, Talk Talk, projecto musical que editou um total de seis discos. O segundo álbum da banda contém a faixa que dá titulo ao disco “It’s My Life”, um original mais pop e que transpira a anos 80 por todos os poros, quando comparado com a cover mais rock dos No Doubt.

“My Way”, é um dos maiores êxitos de sempre d’A Voz. Gravada em 1968 foi editada em disco no ano seguinte (sendo a sexta faixa do álbum homónimo que reunia versões interpretadas à maneira de Frank Sinatra). Esse disco continha além desta cover, versões de The Beatles, Simon & Garfunkel e Jacques Brel.

Poucos sabem, mas na verdade “My Way”, é uma versão, a partir de um original francês! A música foi completamente adaptada para Frank Sinatra e só a melodia se manteve intacta, uma vez que a letra é bem diferente da original “Comme d’Habitude”. Composta por Claude François, Jacques Revaux e Paul Anka, foi gravada em 1967 e interpretada pelo próprio Claude François.

“True Colors”, é mais uma música mundialmente conhecida e que se tornou famosa na voz da cantor inglês Phil Collins. A sua versão é revestida de influências jazz e fez parte da sua colectânea Hits. Lançada pela primeira vez em 1998, esta colectânea foi disco de platina em inúmeros países tendo alcançado o top de vendas no Reino Unido, Canadá e Holanda entre outros.

Escrita por Billy Steinberg e Tom Kelly, que também foram os compositores de outros enormes sucessos como “Like a Virgin” de Madonna e “Eternal Flame” dos The Bangles, “True Colors” foi gravada pela primeira vez em 1986 pela irreverente Cyndi Lauper, podemos ouvi-la no seu segundo disco, sendo mesmo o tema que atribuiu título ao álbum.

“Behind Blue Eyes” não deixará dúvidas aos leitores de gerações mais antigas. Contudo as gerações mais novas associarão este título a uma música dos americanos Limp Bizkit, integrada no disco “Results May Very” de 2003. Apesar de não ter sido o mais bem sucedido da carreira dos Limp Bizkit, a cover de “Behind Blue Eyes” ficou no ouvido alcançando um público mais alargado que habitualmente não se identificava com a música da banda de Fred Durst.

Esta música também se trata de uma cover, desta vez o original pertence a uma banda que marcou  e influenciou a história da música. Referimo-nos aos ingleses The Who, conhecidos por serem explosivos ao vivo. Fundados em 1964, editaram sete anos mais tarde “Who’s Next”, onde podemos encontrar a versão original, composta por Pete Townshend, de “Behind Blue Eyes”.

Para último deixamos uma que poderá ser uma grande surpresa para a maioria dos leitores. “Without You”, música associada a Mariah Carey, e gravada pela própria em 1994, tornou-se um dos temas mais reconhecidos e celebrados da sua carreira, fazendo parte do álbum “Music Box”.

O que muitos desconhecem é que “Without You” é uma cover, de um original da banda inglesa de pop rock Badfinger. Originalmente gravada em 1970, inserida no único disco gravado pelos Badfinger, Maybe Tomorrow, no entanto sendo uma “faixa escondida”, só um ano mais tarde se tornou um sucesso, após uma bem sucedida cover de Harry Nilsson. Mas foi com a voz de Mariah Carey que alcançou o sucesso global.

Regressamos no próximo mês, com um tema completamente diferente, mas por enquanto não podemos adiantar mais novidades! Até lá não se esqueçam de ouvir boa música!

 

Click to comment

Mais Lidos

loading...
To Top