Últimas

José Rodrigues dos Santos e tudo o que um jornalista não deve fazer:

loading...

No passado Domingo, tivemos a possibilidade de nos deparar com um verdadeiro acto de mau jornalismo, ora vejamos José Sócrates tem o seu espaço semanal no telejornal da RTP1 para falar da actualidade política, no fundo expressar o seu conhecimento de causa sobre os assuntos que deveriam preocupar toda a população.

Ora de forma pouco profissional e quase com requintes de ataque pessoal, José Rodrigues dos Santos começou a citar frases de 2010, 2011 e 2012 de José Sócrates, escusado será dizer que descontestualizadas e inoportunas, passando deliberadamente ao ataque directo e pessoal com a afirmação, quando falavam da austeridade, ‘mas foi o senhor que começou a austeridade em Portugal!’.

Tudo isto são atitudes que eu não reconheceria por certo a um dos que considero dos melhores jornalistas nacionais, e um brilhante romancista. Mas a verdade é que lá me fui surpreendendo no Domingo minuto atrás de minuto, intervenção atrás de intervenção. Um jornalista deve questionar e não acusar, mas se acusar convém que tenha tudo organizado e bem inquirido para não perceber perante o país, que a sua pesquisa e dados o humilharam completamente.

Já nem falo dos dados fora de contexto, ou da tentativa falhada de constantemente interromper José Sócrates nas suas respostas incisivas e de correção às perguntas agressivas e grosseiras, que em certa altura atingiam o tom jocoso. Sócrates, como sempre, manteve a postura e em parte alguma da entrevista faltou ao respeito a José Rodrigues dos Santos, ou foi de alguma forma incorrecto, saindo da mesma com uma frase que pôs, de forma eloquente, um ponto final na discussão.

É interessante reparar que uns dias depois de fazer noticia que Sócrates iria ajudar na campanha das Europeias seja encomendada esta entrevista medíocre com laivos de ataque pessoal. Apenas coincidências por certo. Coincidências.

Sócrates acabou por provar uma vez mais que é um verdadeiro ‘Animal Político’, repare se que sem qualquer tipo de preparação, sem qualquer lista ou arquivos na mão que o ajudassem a fazer o contraditório das acusações de que estava a ser alvo, Sócrates da a volta a situação, e encosta o próprio atacante a parede, mostrando a tudo e todos a que estava disposto JRS no ultimo Domingo.

Situações como estás mostram nós o controlo que poderá existir ou não sobre a RTP1, é no mínimo irónico voltar a tocar no assunto Sócrates/TVI, depois desta autêntica medida propagandistica a favor do governo, embora falhada.

Apenas podemos concluir que a televisão é uma das maiores e mais fortes armas da nossa vida política e democrática.

Artigo de João Campos
Artigo original do +opinião: http://www.maisopiniao.com/jose-rodrigues-dos-santos-e-tudo-o-que-um-jornalista-nao-deve-fazer/

Click to comment

Mais Lidos

loading...
To Top