Mundo

Democracia 1 – Demagogia 0

loading...

Bons olhos os vejam! Olhe, enquanto em Portugal anda tudo ocupado com o bola de ouro Renato Sanches, com a agressão do Slimani e o ciclismo clubístico, o mundo ocupou-se a debater a democracia, o clima, e a guerra contra o Estado Islâmico ou que raio é. Bem, mas para não perder o fio à meada está aqui o resumo do que se tem passado.

Lá por França andaram todos à bulha. Os Nazis da Frente Nacional, na primeira volta das eleições regionais estavam com vantagem significativa em relação aos partidos da democracia. Assim sendo, nas regiões em que o PS francês já não conseguia aspirar a uma vitória, decidiu então desistir, apelando ainda ao voto no Partido Republicano de Sarkozy. Por esta Europa fora, vários foram aqueles, que como eu, aplaudiram este sentido de Estado. De Regime. De consciência.

Em Portugal, para a bota bater com a perdigota, António Costa veio dizer que todos os votos contam, e que em democracia devem ser respeitados. Pudera, quando se faz acordos com partidos extremistas, depois temos de continuar com a bota que calçamos. Vem então a pergunta: Então mas o atual PS é um partido, literalmente socialista? Isto é, que pretende caminhar para um Estado Socialista, na vez de um Social-Democrata? Caro leitor, não responda. Tenho medo do que daí possa vir.

Democracia

António Costa

Nos Estados Unidos, um candidato qualquer, com um cabelo à surfista, vem falando de muros, de fechar a Internet e afins… Uma piada por si só, Trump ainda defende diferentes “ID cards” para os muçulmanos. Para este menino e para a Marine le Pen, desejo um futuro tão risonho como desejei ao Kadafi, e que se veio a concretizar. Decapitação e uma bandeja a mostrar a cabeça do porco, rua dentro. “Então mas isso não é democrata!” Meu caro, pode não ser. Mas os democratas têm que defender o regime.

Entretanto houve para os lados de Paris uma convenção ou lá o o que foi. Talvez só a mais importante convenção sobre clima desde(de) sempre! Talvez a convenção em que finalmente haja acordo entre China e Estados Unidos da América sobre a poluição. Entende-se então o porquê de só merecer uma reportagem de minuto e meio nos noticiários portugueses.

Mas como seria pouco, votaram-se pelo Reino Unido, Alemanha e assim, países pequenos portanto, a intervenção bélica na Síria em combate com o Estado Islâmico. Em Portugal, fala-se em Estados Lampiânicos e coisas do género. Porque isto do terrorismo só afecta os outros…

Para acabar, dizer que esta crónica está a ser escrita no dia da entrevista do Engenheiro José Sócrates à TVI, e que por isso vamos estar uma semana a ouvir falar sobre o Caso Marquês. E digam lá se não vai ser tão giro!?

Peço desculpa pela curta, irónica e indignada crónica, mas enquanto continuarmos a discutir o sexo dos anjos, Portugal vai continuar a ser o país em que os velhos dizem “são todos uns corruptos!” e os novos “isto de expulsar os pretos, brasileiros e ucranianos é que era! Só fazem é roubar emprego aos de cá!” Dessa forma, e por esse motivo, eu quero continuar a ser apologista da democracia. Quero continuar a falar sobre o que me apetecer. Quero continuar a poder dizer o que penso. E borrifar-me por completo no sexo dos anjos, e no que fazem com ele!

Por ultimo, uma parabenização enorme a todos os democratas, especialmente aos franceses! O povo não tem memória curta, e por isso não se volta a eleger um Hitler, um Mussolini, Estaline ou o que seja. O Povo não volta a fazer!

E eu, meu caro, brindo a isso!
VIVA A FRANÇA!

Click to comment

Mais Lidos

loading...
To Top