Poesia

Se Eu Morrer Amanhã!

loading...

 

Amar-te, amar-te, amar-te perdidamente,
Enlouquecido pelo toque da tua pele,
Quero amar-te numa noite inconsciente
Da magia misteriosa,
Em que, tudo existe,

Os teus olhos de olhar doce
Tudo me dizem,

Beijar a tua divina boca,
Num dulcíssimo beijo
De puro mel,

Se eu morrer amanhã

Transformar-me-ei em pó, cinza e nada
E, passarei o tempo que me resta
A ler poesia no livro do teu lidimo Ser,
És como Deus, És Principio, Meio e Fim.

Click to comment

Mais Lidos

loading...
To Top