Últimas

Portugal – Nação valente e imortal!

loading...

Num mês em que as atenções se voltaram exclusivamente para um play-off perfeitamente evitável e desnecessário que apenas se realizou por incompetência lusa, facilmente se esqueceram feitos de verdadeiro realce do que é a alma e o espírito lusitanos.

Contra tudo e todos estaremos em mais uma grande competição a nível colectivo, levados nos ombros do melhor do mundo que por sinal é português e deixa muita gente com vontade de se esconder depois das barbaridades que foram ditas a seu respeito.

Esplendor, nobreza, valentia, luta, são sinónimo de um país à beira mar plantado, chamado Portugal, pelo menos é o que está explícito no nosso hino que todos ouvimos com a maior das emoções e que só um verdadeiro português sente.

Ao longo da nossa História Desportiva, e escrevo em caixa alta porque é algo de que nos podemos orgulhar, demos inúmeras provas das nossas capacidades e qualidades. Demonstrámos sempre mais vontade, mais espírito de sacrifício, mais união e mais garra dos que qualquer outro país.

Seria fácil demais argumentar isso com o facto de sermos um país pequeno, com pouca população, sem riqueza, sem grandeza a muitos níveis, mas o ser lusitano vai muito mais além. Ter um tenista entre os 50 melhores pode não dizer muito a quem anda mais distraído no que ao desporto diz respeito, ter um ciclista nas bocas do Mundo disputado pelas melhores equipas para chefe de fila, ter o melhor treinador do mundo que já o provou mesmo antes de conquistar o estrangeiro, ter o melhor jogador de futebol do mundo, ter o melhor empresário de futebol do mundo e ter um dos presidentes mais carismáticos e o que mais títulos ganhou em todo o mundo são provas inequívocas do valor de se ser português, do que é ter a alma guerreira que sempre nos caracterizou.

O papel de coitadinho já não se adequa, nem pode, a um país que muitas vezes não valoriza quem leva a nossa bandeira às costas e a defende com unhas e dentes, mesmo tendo que enfrentar tempestades vindas de todo o lado, porque ainda é difícil para muitos aceitar que um pequeno país como Portugal possa ter tanta influência a nível desportivo como tem tido ao longo dos anos. Não é de agora, a única diferença para o passado é a evolução dos tempos, onde as informações chegam a todo o lado e a uma velocidade incrível. O Portugal de hoje é falado em todo o mundo quando o tema é o Desporto, seja em que língua for, seja em que país for ou em que contexto for, Portugal é respeitado, porque a grande demonstração de respeito é quando nos atacam, pois isso revela receio, receio em que os ultrapassemos (em muitos dos casos já o fizemos), em que nos tornemos melhores, em que lhes roubemos o estatuto de potências mundiais. É sinal que Portugal está a ferrar e muito alguns senhores que se acham donos e senhores da razão e do poder desportivo.

Crónica de André Costa

Click to comment

Mais Lidos

loading...
To Top