Últimas

Os Factos mais importantes de 2013

loading...

mandelaO LEGADO DE MANDELA – A morte de Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul e líder histórico da luta contra o Apartheid, marca o ano de 2013. Morre o Homem, mas viverá eternamente a inspiração para todos aqueles que acreditam em ideais como a tolerância, liberdade, direito à diferença, igualdade de oportunidades, solidariedade, harmonia e paz, as quais devem pautar as sociedades.

 

ppPAULO PORTAS, O “IRREVOGÁVEL” – Após a saída de Vítor Gaspar da pasta das Finanças surgiu um caso de “luta por mais poder” dentro do governo, em que Paulo Portas foi a “estrela”, quase “deitando por terra” todo o esforço de ajustamento realizado pelo país (e não pelo governo), em prol da boa execução do programa da Troika. Os juros da dívida soberana portuguesa subiram (e de que maneira!), quase ultrapassando a “linha vermelha” (sim, mas não aquela “linha vermelha” dos cortes nas pensões dos reformados, que era tão irrevogável como foi a saída de Portas do Governo). Passadas poucas semanas, Portas conseguiu (quase tudo) o que queria: subir a vice-primeiro-ministro e dispor de mais poder dentro do Governo, passando o CDS a deter a pasta da Economia, com Pires de Lima. Portas conseguiu quase tudo: só não conseguiu “destronar” Maria Luís Albuquerque das Finanças, a “Miss SWAP”.

Edward_Snowden_2013-10-9_(1)_(cropped)O CASO EDWARD SNOWDEN – Edward Snowden era um analista informático que “desertou” da alçada do seu país, os EUA, para anunciar a existência de espionagem a vários níveis, tanto a cidadãos anónimos, como a líderes de renome. Este caso ainda poderá dar muito mais que escrever e falar…

Bento XVIRENÚNCIA DO PAPA BENTO XVI / O NOVO PAPA FRANCISCO – A 11 de Fevereiro, o Papapapa-francisco Bento XVI anunciou a sua renúncia ao papado. Algo raro na história da Santa Sé. Ora,a 28 de Fevereiro o mundo católico passou a não dispor de Papa, até ao dia 13 de Março, em que o Bispo Jorge Bergoglio, argentino de 73 anos, foi eleito, e posteriormente nomeado, Papa Francisco. Da crise dos casos de pedofilia tidos por padres pertencentes à Igreja Católica passou-se a um discurso a favor dos mais desfavorecidos. Isto deveu-se à estratégia inteligente do Papa Francisco.

chavez3MORTE DE HUGO CHAVEZ – A braços com uma doença oncológica de extrema agressividade, Hugo Chavez, presidente da Venezuela, acabou por falecer, passando o testemunho ao seu vice, Nicolas Maduro. Chavez mudou a mentalidade da esquerda sul-americana, pois a sua subida ao poder em 1998 permitiu a consequente vitória de Lula da Silva no Brasil e toda uma mudança de orientação política nesse continente. Com isso, desceram os níveis de desigualdade social, e aumentou a esperança num mundo melhor. Esse é o legado de Chavez.

small_bandeira-ucraniaUCRÂNIA “À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS” – A UE, dando seguimento à sua estratégia de aumento progressivo de extensão territorial da sua zona de influência, encetou conversações com a Ucrânia, tendo em vista a assinatura de um ambicioso acordo comercial bilateral. Contudo, os sucessivos passos dados atrás pelo regime ucraniano (que não é dos mais democráticos do mundo) mostraram que seria impossível concretizar “no papel” esse mesmo acordo. Muito se falou da influência directa da Rússia nesta situação… Até que ponto?

aviao-da-tap2050862c_400x225REFUGIADOS “SÍRIOS” EMBARCADOS “À FORÇA” NUM AVIÃO DA TAP EM BISSAU: CONFLITO DIPLOMÁTICO? – A Guiné-Bissau tem, desde 2012, um governo de “transição”, imposto à força por tropas golpistas. Perante este facto indesmentível, o mundo democrático espera por eleições livres e justas (para quando?). Se o governo português não reconhece a legitimidade de um governo que não foi eleito (sendo o caso do governo de “transição”), colocar um avião da TAP em Bissau, com condições mínimas de segurança, e assegurar a única ligação directa desse país africano à Europa parece ser algo muito complicado de executar. Nada mais evidente, pois 2013 assistiu a três (conhecidos) casos de embarque “forçado” (por quem, de facto?) de alegados refugiados sírios em aviões da TAP, sendo que o último caso reportado data de 10 de Dezembro, e em que o avião descolou mesmo com alegados refugiados sírios com passaportes falsos. Se foram forças da autoridade fiéis ao regime guineense a “obrigar” o comandante do avião da TAP a descolar com os alegados refugiados a bordo, então existe um conflito diplomático. Como resolver esse conflito, existente para mais com um governo ilegítimo de uma ex-colónia portuguesa? Isso veremos em 2014.

Aos leitores do Magazine Mais Opinião, os meus votos de um óptimo 2014!

Nuno Araújo

Click to comment

Mais Lidos

loading...
To Top