Desporto

Mercado de Transferências Português – Parte 1 (ENTRADAS)

loading...

Se o Verão de 2016 foi considerado o mais quente das últimas décadas, o que dizer do mercado de transferências em Portugal? Pois bem, o mercado fechou e com ele os dirigentes dos clubes portugueses podem, finalmente, ter uma pouco de descanso. Entre Julho e ontem, 31 de Agosto, meus amigos, o mercado português atingiu níveis preocupantes de temperatura. Considero, na verdade, que foi o mercado mais mexido, interessante e viciante das últimas épocas desportivas.

Por isso, o Ideias e Opiniões decide dar aos seus leitores um rescaldo e apresentar, em duas partes, as principais mudanças que movimentaram milhões e fazem aumentar as esperanças dos adeptos verem as respectiva equipa ser campeã nacional. Vamos começar com as ENTRADAS.

SPORTING CLUBE DE BRAGA:

326427_ori__20160322142118_douglas_coutinho

O Braga, como temos vindo a verificar nas últimas épocas, tem vindo a crescer muito. Desde que António Salvador tomou as rédeas da Presidência do clube minhoto, o Braga não pára de somar sucessos. Recorde-se, aliás, que é o actual detentor da Taça de Portugal e foi finalista vencido frente ao Benfica, na Supertaça Cândido de Oliveira, onde fez um grande jogo! É com base neste constante crescimento e sucesso que o Braga, este defeso, fez uma contratação muito interessante: Douglas Coutinho!

Este extremo brasileiro vem com etiqueta de craque. Até fora sondado por Benfica e Porto no defeso de 2014/2015. Proveniente do Clube Atlético Paranaense, jogará no Braga as próximas duas épocas, por empréstimo. Tem 22 anos, joga preferencialmente a extremo e, nos seus já 55 jogos feitos no Brasileirão, conta com 10 golos. Conta com algumas presenças na equipa sub-21 canarinha e, certamente, será um jogador a ter em atenção, visto desejar bastante singrar na Europa;

SPORT LISBOA E BENFICA:

O Tricampeão Nacional começou bem a época ao vencer a Supertaça ao Bra350805_ori__20160808105611_rafa_silvaga e o maior desejo do clube da Luz neste momento é alcançar o tão desejado e, nunca antes alcançado, tetracampeonato. Para tal o Benfica fez, na minha opinião, duas grandes contratações: o confirmadíssimo Rafa, ao Sp. Braga e André Carrillo, ao rival da 2ª Circular, Sporting.

 

A novela acabou! Rafa é oficialmente jogador do Benfica. O Campeão Europeu de 23 anos pode alinhar tanto como extremo esquerdo como no meio, no apoio aos ponta de lança. É uma das grandes transferências desta época. A última época de Rafa Silva pelo Braga foi fantástica, com jogos de alto nível, muitos golos, assistências, pormenores técnico-tácticos de grande rigor. Foi chamado por Fernando Santos e venceu o Europeu em França. Razões suficientes para António Salvador não o querer deixar sair por menos de 20 milhões de Euros. O Benfica venceu a corrida a Porto, Zenit e também a Sporting, que tentou uma investida de última hora. Os tricampeões desembolsam, assim, qualquer coisa como 16 milhões de Euros, mais dois jogadores: a confirmar-se serão Óscar Benitez, por empréstimo, e Rui Fonte, a título definitivo. O poder de ataque das águias aumenta juntando os nomes de Mitroglou, Jonas, Sálvio, Pizzi e Carrillo.

349645_galeria_lyon_x_benfica_pre_epoca_2016_17_jogos_amigaveis_.jpg

Fonte: zerozero.pt

Carrillo foi, no meu entender, a primeira grande surpresa do mercado de transferências português. A época ainda nem tinha acabado e já estava confirmado como sendo o primeiro reforço das águias para 2015/2016. Foi uma surpresa tão grande que parecia que adivinhava que o defeso iria ser igualmente caliente. “La Culebra”, assim denominado no Peru. É um extremo puro que gosta de ter a bola colada ao pé, centrar desde a linha de fundo ou fugir para o meio para tentar o remate. É internacional pelo seu país, fez 30 jogos (2 golos), mas os seus ainda 25 anos fazem prometer que ainda terá muito para dar ao Peru. Nos 5 anos que esteve no Sporting completou 162 jogos, tendo marcado 16 tentos (um deles na época passada contra o Paços de Ferreira a contar para a Liga, que acabaria por ganhar).

FUTEBOL CLUBE DO PORTO:

O conjunto de Nuno Espírito Santo saltou para este defeso à procura de melhorar a sua equipa com o intuito de voltar a ganhar títulos. Num jejum que já vai para 4 anos, as preocupações eram muitas e o desejo de reforçar vários sectores da equipa era uma prioridade. Assim, o FCP realizou várias contratações cirúrgicas neste mercado de transferências e, dentro delas, destaco as chegadas de Alex Telles, Boly, Depoitre e Óliver… (não, não é o 352114_ori__20160817095224_alex_tellesTsubasa, calma) Torres, que já conhece os cantos do ninho do Dragão.

 

Alex Telles foi o jogador escolhido para reforçar a lateral-esquerda da defesa dos dragões. Rápido, explosivo, técnico e com um bom toque de bola, Telles poderá ser uma solução para uma dor de cabeça já antiga para os técnicos do Porto. Pelos jogos que já fez nota-se que foi uma escolha muito acertada. Tem 23 anos, proveniente do Galatasaray, onde alinhou por 60 vezes, por 6.500.000€. Esteve emprestado ao Inter de Milão, na época passada, onde deu cartas.

imgS300I180314T20160831235945

Boly foi o defesa-central escolhido pelos azuis e brancos para reforçar o centro da defesa portista. O franco-senegalês que actuava no Braga, chega aos dragões por 6.000.000€ e para ser titular. Alto, possante, forte fisicamente, é um jogador muito difícil de ultrapassar e uma grande contratação neste mercado de transferências, a meu ver, para o Porto.

353365_galeria_.jpg

Óliver Torres dispensa apresentações. Já tinha actuado no Porto, por empréstimo do Atlético de Madrid, há duas épocas atrás, onde deixou excelentes impressões: fez 40 jogos e marcou 7 golos. Pode jogar em qualquer posição do352127_ori__20160817095348_laurent_depoitre meio-campo, preferindo apoiar os pontas de lança. Agora regressa a uma casa que conhece para ajudar o Porto a recuperar o caminho dos títulos.

 

Por fim, a frente de ataque portista foi também reforçada com a contratação do “pinheiro” belga, Laurent Depoitre. É uma posição que tem dado, igualmente, enxaquecas aos dragões, visto que as contratações que têm sido feitas não têm dado os resultados desejados. Espera-se, deste modo, que o internacional belga venha dar um pontapé na crise de golos do Porto. Pelo Gent fez 90 jogos, marcou 31 golos e chega ao FCP por 6 milhões de Euros.

SPORTING CLUBE DE PORTUGAL:

Por alguma razão deixei as principais contratações deste mercado de transferências do Sporting para último. Verdade seja dita mas, para mim, os leões foram os grandes culpados das elevadas temperaturas que fustigaram o mercado de transferências, em Portugal. Não só pelas vendas que fez, que deixarei para a parte 2 desta crónica, mas pelas excelentes aquisições que conseguiu realizar. Bruno de Carvalho não está para brincadeiras e Jorge Jesus também não. Querem ser campeões a todo o custo e, por isso, não olharam a meios. Será desta? Bom, as contratações poderão vir a dar uma grande ajuda nesse sentido. Destaco, assim, as chegadas de Beto, Douglas, Campbell, Bas Dost e também de… Markovic!

Betoguarda-redes duas vezes vencedor da Liga Europa, vem para o Sporting, a custo zero, proveniente do Sevilha, onde ganhou 3 Liga Europa. É certo que o internacional português não vem tirar o lugar a “São Patrício”, mas vem dar algo que faltava um pouco ao Sporting: experiência (tem 34 anos e com muitos títulos no bolso) e liderança no balneário. Será, sem dúvida, um jogador importante e com um papel preponderante, motivando e incentivando os seus colegas de equipa.

Subindo no terreno de jogo, Jorge Jesus foi buscar um central “à Jesus”: 353378_galeria_.jpgalto, forte fisicamente, e que saiba sair com a bola controlada e iniciar jogadas de ataque. Senhores e senhoras: DouglasChega da Turquia onde alinhava no Trabzonspor, por 1 milhão de Euros. Experiência não lhe falta, visto que joga na Europa desde 2007, destacou-se no Twente da Holanda e jogou também no Dynamo de Moscovo, antes de ir para a Turquia. Se for titular com Coates, temos aqui uma dupla de centrais que poderá ser das mais fortes a actuar em Portugal nos últimos anos.

353158_galeria_.jpg

Consolidada a defesa, Jorge Jesus virou-se para o ataque e não vai de modas. Pediu encarecidamente por velocidade e golos. Bruno de Carvalho responde, primeiramente, com Joel Campbell.  Chega por empréstimo do Arsenal e conta já com uma vasta experiência nos pés: Premier League, Liga Francesa, Espanhola e Grega, sendo que nas três últimas actuou como emprestado. O costa-riquenho de 24 anos e internacional (63 jogos e 11 golos) vem dar ao Sporting velocidade nas alas, magia, técnica e destreza. Sem dúvida, uma contratação com muito mérito.

353487_galeria_.jpg

Depois vem Bas Dost. Chegou para substituir Slimani e com rótulo de goleador. Eu segui este jogador a época passada quando actuava no Wolfsburgo e, acreditem, se Deus perdoa, o holandês não: 117 jogos, em 5 épocas, pelos alemães e somou 48 golos – uma média de 2,4 golos por jogo. O Sporting ganhou aqui um ponta de lança internacional pelo seu país e muito poderoso.

322027_ori__20160229111117_lazar_markovic

Por fim, a grande surpresa oferecida aos adeptos leoninos: Lazar MarkovicContratado no último dia do defeso, o atacante sérvio chega por empréstimo do Liverpool, que o havia contratado do Sport Lisboa e Benfica (49 jogos e 7 golos). É uma promessa do futebol sérvio e um jogador com uma qualidade indiscutível: técnica, velocidade, raça, veia goleadora e não é egoísta. No Benfica foi idolatrado e ajudou a turma da Luz a chegar ao titulo. Será que vai conseguir fazê-lo pelo Sporting? Só o tempo o dirá.

 

1 Comment

Mais Lidos

loading...
To Top