Entretenimento

Hollywood e o Futuro: Promessas do Cinema Americano

loading...

Aproximamo-nos a passos largos da época mais aguardada do ano. Os críticos saem do armário para dar umas estucadas valentes nos filmes que marcaram 2016 e começam a preparar os veredictos finais para a atribuição dos Óscares do próximo ano. Esta é, também, a altura em que surgem os chamados “oscar baits”, aqueles filmes que os amantes do cinema tanto apreciam (ou não) e que trilham copiosamente as escolhas da Academy of Motion Picture Arts and Sciences (aka os gajos que atribuem os prémios).
Sarcasmos à parte, é nesta altura do ano que nascem as grandes estrelas. Os verdadeiros actores e actrizes que Hollywood precisa para manter viva a chama do cinema americano. A novidade alia-se à experiência, o realizador dirige a orquestra, o milagre acontece. E cada vez mais cedo para alguns!
Los Angeles é uma mina de talento e são muitos os actores e actrizes que poderia incluir nesta lista. Alguns deles já ganharam Óscares (Alicia Vikander, Jennifer Lawrence), outros estão cada vez mais próximos (Miles Teller, Sophie Kennedy Clark).
Restam apenas 3 meses até ao fim de 2016. Ou seja, os filmes do ano estão mesmo, mesmo a chegar. E com eles mais uma lufada de ar fresco das novas gerações. Habitue-se a ouvir falar dos actores e actrizes que lhe vou apresentar hoje. Há grande probabilidade de os começar a ver no seu ecrã mais vezes…

Tom Holland

Mandatory Credit: Photo by Agencia EFE/REX Shutterstock (1902489d) Tom Holland 'The Impossible' film photocall at Kinepolis Cinemas in Madrid, Spain - 08 Oct 2012

Este não engana. Com apenas 20 anos, já participou em algumas boas produções de Hollywood (trabalhou com Naomi Watts, Ewan McGregor ou Tom Hardy, por exemplo). E ao que parece… Tom Holland não vai, de todo, ficar por aqui.
Fazendo uma rápida transição do teatro para o cinema, Tom entrou de rompante no grande ecrã através da sua interpretação em The Impossible (2012), impressionando os críticos com uma intensidade dramática que roça o “ponto de rebuçado” (e de repente fiquei com fome).
Mas não só de dramas é feito este rapaz: directamente das teias da comédia, temos um novo e renovado Homem-Aranha! Com uma primeira aparição em Captain America: Civil War (2016), Tom Holland apresenta uma maturidade extraordinária para a sua idade, sem descurar do “sangue na guelra” inerente à sua idade. Creio que já podemos começar a esquecer o Andrew Garfield (o amazing fracasso), está escolhido o verdadeiro sucessor do Toby Maguire! A nova era de “Spidey” terá o seu início formal em 2017, com Spider-Man: Homecoming. A não perder!

Zoë Kravitz

aert

Filha do lendário Lenny Kravitz (um dos meus cantores favoritos), não restam dúvidas acerca do talento emergente que é Zoë Kravitz. A expressividade que lhe é conhecida foi (e bem) herdada do seu pai, assim como a sua voz, dois factores diferenciadores nas suas interpretações.
Com 27 anos de idade, Zoë tem como principais marcos na sua carreira a participação em Mad Max: The Fury Road (2015), na qual faz parte do grupo de mulheres destemidas que acompanham o protagonista desta película, assim como X-Men: First Class (2011), onde assume a pele da mutante Angel Salvadore (ou “Tempest”, caso seja um cromo da Marvel!). Destaco, igualmente, a sua participação na saga Divergent (embora os filmes em si não acompanhem a sua qualidade).
O seu percurso ainda é curto, mas são inúmeros os projetos em que está envolvida: Zoë estará presente no muito aguardado regresso do universo Harry Potter, com Fantastic Beasts and Where to Find Them, que chegará às salas de cinema portuguesas em Novembro deste ano.

Ezra Miller

mgid-uma-image-mtv_1
O mais ilustre e interessante actor desta lista (sem qualquer demérito para os restantes), Ezra Miller é artista de cabeça aos pés. Tem ar de artista, respira níveis comédia e tragédia acima do recomendado e conta histórias que nem Dante conseguiria retratar. Um deleite para a nova geração de críticos cinematográficos, Ezra foi galardoado com o Trophée Chopard em Cannes 2012 e, desde então, tem-se afirmado como uma das maiores promessas do cinema americano.
Ou talvez já possamos vê-lo como uma certeza? Com uma entrada muito intensa em We Need to Talk About Kevin (2011), onde surge como personagem principal, Ezra Miller alcançou fama através de The Perks of Being a Wallflower (2012) (no qual contracena com Emma Watson e Logan Lerman, mais dois jovens em potência), um dos poucos filmes “de adolescentes” que fizeram a diferença no contexto de Hollywood.
Ezra Miller apresentou-se em grande forma no ano de 2015, com uma interpretação hilariante em Trainwreck (oh Amy Schumer, what have you done?) e uma participação muito sólida em The Stanford Prison Experiment. 2016 marcou o seu início como o super-herói Flash na série cinematográfica da DC Comics, aparecendo brevemente em Batman v Superman e Suicide Squad.
Para terminar esta parada de interpretações, e porque é provável que tenha acabado de dizer todos os filmes em que o pobre rapaz apareceu, há que referir que também estará presente em Fantastic Beasts and Where to Find Them, à semelhança de Zoë Kravitz.

Saoirse Ronan

saoirse-ronan_2015

Qual será a sensação de ser nomeado(a) para um Óscar aos 13 anos? Saorise Ronan conseguirá responder a essa pergunta com toda a certeza! Depois do seu brilharete em Atonement (2007), produção na qual mostrou uma maturidade para lá de fantástica, esta actriz americana/irlandesa iluminou o caminho para uma nova geração de jovens performers.
Hoje, com 22 anos, parece que a sua carreira ainda mal começou. Aos 20 já havia participado no colorido Grand Budapest Hotel (2014), um dos meus filmes favoritos dos últimos anos. A cerimónia dos Óscares deste ano consumou a sua segunda nomeação para uma estatueta dourada, através de uma sentida e romântica interpretação em Brooklyn (2015), na qual contracenou com (o também em ascensão) Domhnall Gleeson.
Embora aspire a grandes voos, Saoirse Ronan não parece estar envolvida em nenhuma produção de peso para o próximo ano (pelo menos à primeira vista), mas é seguro dizer que estará próximo o primeiro grande prémio da sua carreira.

Jacob Tremblay

jacobtremblay1-xlarge

Este menino tem 9 anos. Eu repito. 9 ANOS! O mais jovem actor deste top nasceu no Canadá no mesmo dia em que eu estava a celebrar o meu 13º aniversário (5 de Outubro, podem apontar, está quase). Isto por si só já é um prenúncio para o sucesso.
Falando mais a sério, Jacob Tremblay é um pequeno dínamo de energia que conquistou a ribalta através uma interpretação fenomenal em Room (2015), filme no qual partilha o papel principal com a talentosa Brie Larson, vencedora do Óscar de Melhor Actriz Principal com este filme, precisamente.
O seu percurso no cinema teve início em 2013, dando a voz a Blue Winslow em The Smurfs 2. No entanto, os seus primeiros anos como actor (e como seria de esperar) têm pautado um início de carreira sereno, mas muito prometedor. Entre 2016 e 2017, poderá vê-lo a contracenar com Naomi Watts (duas vezes), Julia Roberts e Owen Wilson. Ah, de notar que é um grande fã da saga Star Wars. Nada mau para um miúdo que nasceu depois dos seis primeiros episódios…
O que esperar desta nova geração ”hollywoodesca”? Enormes feitos, provavelmente. No meu ponto de vista, a evolução da “secção” feminina é a mais intensa desde do início do milénio e creio que o passeio da fama vai ter muitas estrelas novas nos próximos anos!
E para o leitor? Quem são estrelas do futuro? Seria adequado falar nas promessas do cinema independente também? Talvez noutro dia.

Agora que já voltou ao trabalho ou aos estudos, já pode relaxar e finalmente colocar os seus filmes e séries em dia. Aproveite enquanto pode, porque daqui a umas semanas os grandes filmes deste ano vão começar a sua invasão anual.
Be prepared. Eles estão a chegar. Bons filmes e boas séries.
Yours truly,
Miguel Saraiva

1 Comment

Mais Lidos

loading...
To Top