Poesia

Amo-te, quando para mim sorris!

loading...

A vida é caminhada sem regresso

Onde tudo se evapora,

Peço-te, explica-me

Tudo quanto não entendo,

Perante tanta exigência

Choro, grito, desespero

Onde não tem lugar a iliteracia,

 

Junto de ti sinto-me bem,

 

Perceber que o tempo

Tem do seu lado a razão,

Silenciosa a noite e o dia

Entre as muralhas do Olimpo

Pureza da perfeição

Em momentos de magia,

Amo-te, quando para mim sorris!

Click to comment

Mais Lidos

loading...
To Top