Entretenimento

5 Filmes Clássicos de Natal

loading...

É verdade, chegou aquela altura do ano onde é possível ver os mesmos filmes que já deram na televisão o ano passado! Isso não é obrigatoriamente mau, pois significa que sobrevivemos mais um ano e estamos ali a experimentar as mesmas emoções, no entanto, daqui a 20 anos pode ser difícil destingir um Natal do outro. Pensando nisso trago hoje cinco filmes clássicos de Natal, alguns óbvios, outros nem tanto, numa lista que junta o que vê todos os anos em sinal aberto com aquilo que nunca viu, ou porque nunca passou na televisão, ou porque são escolhas particulares para públicos menos abertos a novas experiências.

5. Férias Assombradas/Black Christmas (1974)

vlcsnap-2010-12-15-13h56m28s166

Este é talvez o filme menos convencional da lista. Mais uma vez, a tradução de títulos para português no seu melhor! “Férias Assombradas” soa a comédia, mas desengane-se, não é um filme para toda a família, a não ser que faça parte da Família Adams! Se quer um Natal de terror, ou diferente, veja este filme dos anos 70. Está de acordo com a festividade e também com aquelas pessoas que querem outra consoada. E porque não abrir os presentes enquanto os membros de uma casa de estudantes feminina é morta e dilacerada por um inimigo misterioso? Pode resultar, dependendo da companhia! Encare este filme como um “Aos Poucos Ficando Sozinho em Casa”, um filme onde lentamente cada personagem vai desaparecendo do mundo dos vivos baseado em escolhas duvidosas, mas dignas de um slasher film. Um verdadeiro filme de terror, e um clássico! Não veja com as crianças, e também não veja o remake de 2006!

4. Grinch/How the Grinch Stole Christmas (2000)

grinch-2

Talvez seja um filme um pouco pitoresco, e se afaste muito do material original onde se baseia, mas Grinch tem os seus momentos brilhantes, especialmente através de uma excelente interpretação de Jim Carrey. Aqui a sua tendência cómica para exagerar torna-se parte central, e dá vida a uma personagem que podemos considerar horrível e egoísta, mas ao mesmo tempo desperta o nosso lado mais obscuro na sua busca por destruir o Natal. Se o filme é um pouco cheesy? Sim, mas acaba por ser um clássico numa época também ela marcada pela sua dose de filmes, que embora devidamente situados a nível temático e com uma grande lições morais, não são particularmente perfeitos em termos de qualidade.

3. SOS Fantasmas/Scrooged (1988)

scrooged-2

Bill Murray já caçou fantasmas, mas aqui acaba por ser o inverso! Estamos na presença de uma adaptação muito aberta da obra de Charles Dickens, Um Conto de Natal, recreada e modernizada de forma a criar uma comédia única, com Murray no papel principal. O actor faz de cínico executivo de uma televisão, que na sua excessiva arrogância irá incentivar a visita três espíritos que o farão relembrar dos valores transmitidos na época natalícia. Embora a estrutura de Dickens se mantenha, o filme tem os seus próprios momentos de originalidade, que acabam por ser causados maioritariamente pela mestria de Murray para a comédia. Podemos questionar-nos sobre a verdadeira relevância desta modernização mas continua a ser uma comédia festiva que se debruça sobre uma historia intemporal, seja para que época for adaptada.

2. O Estranho Mundo de Jack/The Nightmare Before Christmas (1993)

1383065061852.cached

O eterno dilema! Será um filme de Halloween ou um filme de Natal? Vamos pensar que é de ambos, pois explora os dois lados da barricada. Um clássico com a assinatura de Tim Burton, e a música igualmente fundamental de Danny Elfman, conta a história de Jack, que cansado da rotina de Halloween do seu mundo viaja acidentalmente para a Cidade do Natal. A história baseia-se na diferença de costumes e na aceitação dessa mesma diferença, o que acaba por ser um tema bastante natalício, e ao qual se junta a visão surreal e grotesca de Burton tornando a experiência numa aventura única para toda a família.

1. Sozinho em Casa/ Home Alone (1990)

home_alone

Se vai ver este filme é sinonimo de que está vivo e vai manter a tradição dos últimos 25 anos (se viu no cinema, claro!). Talvez já o tenha visto tantas vezes como o seu número de aniversários, mas a magia da historia do rapaz que é esquecido pelos país nas férias do Natal tem tão de triste, se pensarmos bem no assunto, como de hilariante. A completa normalidade com que o assunto é explorado, a total despreocupação dos envolvidos, e o facto de cada cena com Joe Pesci ser gratificante pela forma como o actor tenta que o seu lado mais gangster não apareça, disfarçando todas as suas asneiras com pequenas onomatopeias de descontentamento e raiva, salvando o filme de uma categoria pouco apropriada para crianças. Se pensarmos bem a personagem do jovem Macaulay Culkin proporciona alguns momentos bastantes violentos aos dois assaltantes, mas tudo parece ser suavizado e entrar no espírito natalício com bastantes gargalhadas.

Este parece ser o filme dos filmes de Natal e o que o prova é a sua aceitação geral como rei das festividades um pouco por todo o mundo!

Click to comment

Mais Lidos

loading...
To Top