Portugal

10 Características do Português Comum

loading...

O português tem um dom, sabe qual é? O dom de ser chico-esperto!

Porque estarei eu a dizer isto? Falando um pouco ao modo do “Vida Selvagem”, se observarmos com alguma atenção os comportamentos desta espécie, vamos conseguir, rapidamente, enumerar algumas características comuns a todos. Pois bem, essa lista chegou ao “Ideias e Opiniões”. Se se identificar com algum dos pontos, parabéns, é português a 100%.

Se, por outro lado, não se identifica com nenhuma característica, vá confirmar ao seu cartão de cidadão se realmente é português.

Mas, brincadeiras à parte, realmente há certas coisas que me irritam no comportamento de alguns de nós. Convido-vos a conhecer… as 10 características do Português comum!

1- Utiliza o lugar dos deficientes como outro qualquer.  

Quando chega a hora de estacionar, o tuga só não entra com o carro dentro das lojas porque não pode. Então, de repente parece que somos todos deficientes, porque não serve de nada esses lugares reservados estarem assinalados.

2- Contar os trocos que tenho na carteira? O quê? Isso dá muito trabalho.

Chega a hora de pagar, o tuga até abre a carteira, mas tem tanta moeda, ou “cascalho” como gosta de lhe chamar, e são tantas moedas “pretas” que dá muito trabalho contar. Ele até pode ter o valor da compra trocado, mas saca logo da maior nota que tiver na algibeira. Se o vendedor perguntar se tem trocos, ele diz que não tem, mesmo que o som que as moedas façam na carteira o denuncie.

3- Não gosta de esperar. 5 minutos são meia-hora.

Acabou de entrar na loja, está uma pessoa à sua frente. Passaram dois minutos e já está a “bufar” e solta a típica frase “já estou aqui há meia hora…”. Eu não sei onde é que os tugas compram os relógios, mas cheira-me que andam mais depressa do que o meu.

4- Cumprir horários não é com ele.

“Então combinamos para que horas? Às 18h, que é para apareceres às 18h30”. Portanto, a malta já faz o desconto a contar com os atrasos. Está certo, e quem se liga é aquela pessoa que é sempre pontual. E depois acontecem coisas que não lembram a ninguém… No dia em que o senhor pontual pensa “se chegar uns dez minutos depois tenho a certeza que vou ser o primeiro a chegar na mesma” e, nesse dia, os outros decidiram ser pontuais. Ele há coisas…

5- Passar na passadeira é para meninos.

A passadeira está apenas a uns metros, mas o tuga gosta de viver no limite, então mesmo que aviste um carro ao fundo, dá aquela “corridinha” e depois fica chateado porque levou uma “apitadela”. Está certo…

6- Tem de ser o primeiro em tudo.

O supermercado abre só às 9h, mas todos os dias às dez para as 9h, já está lá à porta e assim que o gradeamento começa a levantar, o tuga passa por baixo, todo curvado e corre, afinal, os produtos podem esgotar não é?

Fernando Pessoa e Zé Povinho

7- Cumprir Prazos? Não sabe o que é isso.

No dia 20 de Fevereiro… “Quando é que é para entregar o trabalho?”, “Dia 5 de Março”, “Ah, ainda falta…”

Dia 4 de Março… “Epah, ainda não fiz nada daquilo e é para entregar amanhã. Já sei, vou fazer uma direta!”

Pois é… o tuga é mestre em deixar tudo para a última.

8- A galinha do vizinho é sempre melhor.

Insatisfeito, é o nome do meio do tuga sabia? É… porque NUNCA ESTÁ SATISFEITO! Há sempre algum pormenor que fica aquém daquilo que o tuga pretendia.

Pede um café curto, mas ou é curto demais ou ficou muito alto. Recebeu uma fatia de bolo, mas fica chateado porque a do colega do lado era maior. No fim, deixa um resto de bolo no prato porque estava cheio…

9- Não tem dinheiro, mas as férias no Algarve são sagradas.

O tuga é um coitadinho. É, é. Tem sempre os bolsos vazios, mas o pequeno-almoço fora de casa não pode faltar.

O tuga… é um coitadinho. É, é. Não tem dinheiro, mas aquele Iphone, o último que saiu, é que não pode faltar.

O tuga, é um coitadinho. É, é. Não tem dinheiro, mas as férias no Algarve são sagradas, não passa sem elas, nem que até ao final do ano tenha de andar a comer uma “sandocha” ao almoço e ao jantar.

O tuga… é um coitadinho.

10- Está a chover? É o fim do mundo!

O tuga é um pessimista do pior. Começa a chover e para ele é logo o fim do mundo. Vê passar uma ambulância, é porque deve ter havido um grande acidente. Vai fazer um teste, sabe a matéria toda, mas não… diz que vai chumbar. Fez o teste diz que correu “bué da mal”… tira um 19…

 

Os tugas são assim, “pelo menos pr’a mim”.

A par de tudo, somos um povo do caraças, a “nação valente” cá do sítio.

Peço desculpa, mas tenho de ir, tenho o carro estacionado aqui à porta, em cima do passeio e acho que estão a apitar para eu sair…

Voltamos a encontrar-nos em breve, por entre linhas e sorrisos,
Margarida Gaspar

1 Comment

Mais Lidos

loading...
To Top